Safra Digital

A Safra Digital é uma agência digital focada em internet, novas mídias, inovação e pessoas. Juntamos design, tecnologia e paixão a fim de criar soluções completas, sólidas e eficientes.
Newsletter sobre Marketing. Assine!

Nós também odiamos SPAM.
  • loading

    SAFRA DIGITAL

    “As ideias e estratégias são importantes, mas o verdadeiro desafio é a sua execução”
1
/
3
/

O QUE FAZEMOS com muita paixão

SOMOS

Ajudamos as grandes e pequenas organizações na inserção e maturidade no ambiente digital, melhorando a comunicação e a eficiência da marca.

100%

Estratégia de marketing digital para aumentar a presença na rede e melhorar o posicionamento da marca. Projetos de novas experiências no ambiente digital.

DIGITAL

Identificamos o público e a percepção da marca, para ativar a identidade digital em todos os canais necessários. Criando engajamento através de conteúdos e ações relevantes.

Fale com o Nosso Atendimento    Contato

É legal saber

Confira aqui os melhores artigos sobre Marketing Digital.

Digital Marketing Mídia

Três mudanças que os profissionais de marketing devem fazer para lidar com a criação movida pelos dados

5 de Abril de 2016
A publicidade programática permite às marcas atingir suas audiências com mensagens customizadas de acordo com os interesses e o modo de pensar nos diferentes momentos em que as decisões de compra são tomadas. Assim, a programática está mudando não apenas a maneira como compramos e vendemos mídia, mas também está transformando o modo como desenvolvemos a estratégia e o design criativos. Fazer a transição para o cenário em que a criação é movida pelos dados oferece recompensas reais. Para os profissionais de marketing, esse movimento pode aumentar a efetividade das campanhas. As agências de mídia podem ampliar o portfólio de serviços aos clientes. Já as agências criativas e de produção podem desenvolver criativos de alta qualidade, tornando o processo muito mais eficaz. Mas a pergunta é: como fazer na prática essa transição? Na DoubleClick, nós enxergamos uma necessidade de definir as melhores práticas para desenvolver e implementar estratégias criativas para campanhas de mídia programática. Em parceria com o estúdio criativo digital Fancy Pants Group e com a empresa de consultoria Accenture, nós testamos diversas possibilidades com três marcas: Gilt Groupe, L’Oreal Vichy e Royal Bank do Canadá. Ao longo dos testes, nós identificamos um processo criativo mais efetivo para as campanhas de mídia programática. Hoje, nós revelamos esse processo e a pesquisa por trás dele em um guia completo para os profissionais de marketing. Nós identificamos três mudanças fundamentais que podem ajudar os profissionais de marketing a fazer a transição para uma criação movida pelos dados: 1. Entenda todos os dados que estão disponíveis e, então, selecione os sinais certos. Os profissionais de marketing já podem usar os dados de uma ferramenta de CRM ou de uma pesquisa para estimular as campanhas. Mas dados adicionais muito ricos também estão disponíveis, desde análises primárias do site da empresa como dados de audiência de parceiros que apontam informações adicionais como aparelhos, localização e tipo de mídia usados. Por exemplo, quando trabalhamos com a L’Oreal na campanha programática para a linha de protetor solar da Vichy, nós usamos dados de localização, listas de audiência e informações do clima como os sinais capazes de informar os criativos e oferecer uma base sólida para testes. 2. Trabalhe com agências criativas para desenvolver estratégias criativas que são sustentadas por dados. Muitas vezes a agência criativa e a produção são integradas ao processo depois que as grandes decisões da campanha já foram tomadas. Em vez disso, os profissionais de marketing devem trabalhar com agências capazes de construir estratégias criativas que são baseadas em dados antes mesmo de começar o projeto. Quando desenvolvemos uma campanha programática para o Royal Bank do Canadá, nós trabalhamos com a marca para reunir todos os times em uma única sala a fim de construir o briefing criativo. Juntos, nós traçamos uma estratégia que resultou em um time composto por profissionais de várias agências envolvidos no processo desde o começo. 3. Lidere um processo ágil e colaborativo para a campanha que envolva todos os profissionais e agências do começo ao fim. No processo

Safra Digital conquista prêmio Lusos da Criatividade

22 de Março de 2016
Nesta quinta-feira, 24 de Março de 2016, a Safra Digital receberá em Lisboa, um prêmio global de comunicação. Estamos no shortlist do prêmio Lusos da Criatividade. O único festival internacional de criatividade sediado em Portugal e também o único mundialmente a dedicado exclusivamente a premiar, homenagear e debater os mercados publicitários e de comunicação dos países de língua oficial portuguesa. Nós acreditamos na comunicação única, sem fronteiras, sem barreiras e sem fio. Por isso apostamos no digital, como ferramenta de performance para gerar negócios e através dele entramos na rota internacional. Esse é o primeiro de muitos passos e cliques fora do Brasil. O mundo é global, e agora, a Safra Digital também.    

Como ter um bom site mobile

20 de Janeiro de 2016
Como ter um bom site mobile, confira os 9 segredos do Google.     Fonte: thinkwithGoogle

Como as mensagens em redes sociais divulgam sua Marca

19 de Janeiro de 2016
  Conheça estratégias acionáveis para melhorar o envolvimento dos fãs. Faça perguntas simples e objetivas Diga aos usuários o que você espera deles Trate seus fãs como VIPS Incentive interações individuais Eleve o nível de seu relacionamento Humanize sua marca   Fonte: thinkwithGoogle

Criando anúncios que trazem sucesso no mobile

19 de Janeiro de 2016
Depois de estabelecer sua presença mobile, você precisa divulgá-la. Entenda os diferentes estágios de consideração do consumidor e como a escolha dos formatos certos para cada momento afeta os resultados das suas campanhas mobile. Você criou uma presença mobile ou já tem uma presença otimizada. Como atrair mais consumidores e ser relevante para eles no momento certo? O primeiro passo é levar em conta em que estágio de consideração está a sua audiência e usar as ferramentas e conteúdos certos para cada um deles. E que estágios são esses? SEE, THINK, DO, CARE SEE (Awareness): Maior Audiência Qualificada Possível. Ex: Pessoas que usam roupas. THINK (Consideração): Maior audiência qualificada possível com alguma intenção de compra. Ex: Pessoas que usam roupas e pensam que devem precisar de mais roupas em algum momento. DO (Comprar): Maior audiência qualificada possível com muita intenção de compra. Ex: Pessoas que usam roupas e estão querendo comprar mais agora. É a audiência mais desejável do mundo. CARE (Fidelização): São seu consumidores fiéis. Ex: Aqueles consumidores que compraram mais de duas vezes da sua empresa. Para cada um desses estágios de consideração, você precisa escolher os formatos de anúncio certos e a mensagem apropriada. O modelo See Think Do Care ajuda as empresas a melhor planejar sua comunicação e definir as métricas de sucesso. Por exemplo, quando sua audiência está no estado SEE – navegando em redes sociais ou vendo um vídeo no YouTube –, não adianta você bombardeá-la com mensagens DO. É muito comum a gente ver as marcas gritando mensagens ao estilo “COMPRE AGORA!!”, mas a audiência não está nesse estado. Além de trazer poucos resultados, essa comunicação traz uma percepção ruim para a marca. Então, a primeira pergunta antes de criar um anúncio é: em que estágio está a audiência? Cada estágio pede conteúdos e formatos diferentes. No estágio SEE, seu propósito central vai ser branding e a ampliação do awareness da sua marca. O seu conteúdo vai ser mais amplo. E sua segmentação de público-alvo vai ser demográfica, psicográfica ou geográfica. No estágio THINK, a ideia é reforçar sua relação com um possível consumidor. Fazer com que sua marca seja considerada entre as opções. Seu conteúdo vai ser um pouco mais focado, já aqui você pode aproveitar a presença de indícios de intenção de compra. Já a sua segmentação vai ser mais específica, por exemplo, tipos de sites, conteúdo dirigido ou categorias específicas. Desta forma você pode apresentar o valor da sua marca e dirigir o consumidor pra um envolvimento inicial, estimulando micro-conversões, como deixar um e-mail, clicar pra ver um vídeo, baixar seu app… No estágio DO, seu propósito é a conversão, que pode ser fechar uma venda, completar uma transação ou cumprir uma tarefa. Se o consumidor está disposto a gastar, você precisa aparecer primeiro, abrir um sorriso, dar ao consumidor o que ele procura e fechar a transação. Seu conteúdo deve ser muito focado, afinal, aqui você tem como perceber grandes sinais de intenção de compra. Sua segmentação vai ser